'Império': Felipe tenta matar Enrico a facada e é preso

O inferno astral de Enrico (Joaquim Lopes) está longe de terminar. Nos próximos capítulos de "Império", ele vai ser atacado por Felipe (Laércio Fonseca) dentro do seu quarto. Enrico chega a ser avisado pelo recepcionista do hotel onde mora que Felipe continua rondando o local. "Esse cara é um caso de polícia mesmo... Mas ele que se dane! Hoje mesmo eu volto pra casa, e logo já estou num avião rumo à Itália. Duvido que esse infeliz vá até lá pra me encher o saco!", diz o chef. "De qualquer forma, é melhor tomar cuidado enquanto o senhor fica por aqui... Aquele cara parece esses maníacos de filme...", fala o recepcionista.

58efa58e-a187-42d5-959c-5d90c3fc8963

Enrico agradece e sobe para seu quarto. Ele sai do chuveiro, distraído, enrolando uma toalha na cintura, e quando se volta leva um tremendo de um susto: ele dá de cara com Felipe ali, cara de louco, com uma faca na mão erguida acima da cabeça. Enrico pula para trás, reagindo instintivamente: "Você!... Baixa essa faca, Felipe, cuidado com isso, baixa a faca!". Felipe ameaça: "Tá com medo? Eu posso te matar, sabia? Ou não... Ou não! Porque você pode facilitar as coisas se ficar comigo... Que tal?", fala, avançando.

"Não! Não chega perto! E cuidado com essa faca! Pelo amor de Deus, não faz nada!...", pede Enrico. "Mas você não entendeu ainda que eu posso fazer seu Enrico o homem mais feliz do mundo? Você não sabe, mas eu sei que, no fundo, seu Enrico é como o papai dele... Que gosta da mesma fruta! (doido) E agora vai ter que provar! Vem cá! Vem cá!...", diz Felipe. E aí Enrico, acuado, resolve partir para cima de Felipe, agarra a mão do outro, e a faca cai no chão. Enrico corre para sala, com Felipe no seu encalço, gritando feito doido: "Vem cá! Vem cá!...".

Felipe corre e consegue alcançar Enrico, a quem segura por trás, Enrico fica preso pelo outro, mas de olho numa bolsa masculina que está ali jogada no chão. E Enrico consegue se desvencilhar e rola no chão com Felipe, e Enrico estica o braço o máximo que pode e alcança a tal bolsa. Os dois ainda rolam no chão, numa luta, até que Enrico abre a bolsa e tira lá de dentro um spray de pimenta, que joga na cara de Felipe. Ele grita de dor, se afasta, os olhos fechados, passando mal com o spray, e cai no chão. Enrico corre ao banheiro, pega a faca, depois pega o telefone e disca chamando a segurança do hotel.

Logo depois, aparecem os seguranças do hotel já entrando e segurando Felipe, que ainda geme de olhos fechados, passando mal. "A polícia já está chegando pra prender esse maníaco no flagrante!", diz ele para Enrico, que olha Felipe com ódio.