Header Ads

Polícia Civil Vai abrir Inquérito no Caso do Pipoqueiro que teve seu carrinho apreendido Por guardas Municipais de Petrolina-PE

Seu Oswaldo um vendedor ambulante que vende sua pipoca para garantir o sustento da sua família, foi receber a chave da sua casa e aproveitou para comercializar sua pipoca, ao lado da sua mulher e uma filha de apenas 6 anos, quando foi aborda

Ainda repercute fortemente a ação desastrada da guarda municipal de Petrolina contra um vendedor de pipocas, na última sexta-feira (18), na entrega do Residencial Brasil do programa minha casa minha vida.

Seu Oswaldo um vendedor ambulante que vende sua pipoca para garantir o sustento da sua família, foi receber a chave da sua casa e aproveitou para comercializar sua pipoca, ao lado da sua mulher e uma filha de apenas 6 anos, quando foi abordado por guardas municipais armados que não autorizaram o pipoqueiro a comercializar seu produto naquele local, inciando uma confusão, onde seu Oswaldo foi atingido por spray de pimenta, além de apanhar e logo em seguida algemado e conduzido a delegacia.

O vendedor ambulante teve seu carrinho de pipocas apreendido, como também toda sua mercadoria e até o fechamento dessa matéria não conseguiu reaver a mesma, pois não tinha o valor determinado pela Prefeitura como taxa para retirar.

O Comando da guarda Municipal não se pronunciou, já na delegacia um inquérito foi aberto e todos os envolvidos serão ouvidos pelo delegado responsável pelo caso.

(Via:blogedenevaldoalves)

[embed]https://www.youtube.com/watch?v=-klcf_esT20&feature=youtu.be[/embed]