Vigilância Sanitária apreende 500 quilos de carne sem procedência em uma empresa de ônibus no bairro Jardim Amazonas

fb_img_1479513388450fb_img_1479513396760A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) recebeu uma denúncia que a empresa de ônibus Expresso Ribeiro estaria transportando produtos de origem animal (ovinos), carne e vísceras acondicionados em isopor.

pn-000247856544gf12h41h

Diante da informação a ANTT entrou em contato com a Agência Municipal de Vigilância Sanitária que deslocou uma equipe até o local onde o ônibus estava e constatou a procedência da denúncia.

Foram constatadas a presença de carcaças, e baixadas já prontas para o preparo, estando esses produtos congelados supostamente para garantir o deslocamento terrestre até São Paulo.

Foram apreendidos o total 500 kg dos produtos, sendo a empresa envolvida notificada, recebendo o Auto de infração, posteriormente a multa, e será aberto o processo administrativo para averiguar a origem desses produtos e o caso será encaminhado ao MP-PE.

Para o diretor presidente da agência, Jarbas Costa, a ação conjunta demonstra o fortalecimentos das instituições envolvidas em prol da saúde da população.