Header Ads

Grávida de gêmeos perde um dos filhos durante parto no HDM/IMIP, familiares acusam negligência médica



Na manhã de hoje 09 de agosto de 2017, a população petrolinense ficou chocada com mais uma tragedia que aconteceu no Hospital IMIP Dom Malan em Petrolina.

No Facebook a irmã da vitima fez um desabafo, confira abaixo;

"É com muita dor no meu coração que venho comunicar que o Hospital Dom malan (IMIP) fez mais uma vítima, dessa vez um dos bebês de minha irmã.

Por qual motivo?
O de sempre a demora para fazer o parto, Pois é isso continua acontecendo e ninguém toma uma providência,
Até quando vamos presenciar esse tipo de coisa, até quando vamos aturar os médicos e enfermeiros negligentes que pensam que sabem de tudo e que vão continuar matando inocentes.
Ontem dia 8/8/2017 mandaram ela para casa, ela sentindo dor, ela com 8 de dilatação e mesmo assim mandaram ela para casa, mas como sempre ela é muito teimosa permaneceu no hospital e lá a humilharam expulsando ela de lá,
o tempo todo pedindo para ela sair que ela estava de alta mas ela continuou esperando alguém atender, então senhores é o que eu me pergunto e se ela tivesse seguido essa recomendação Será que agora ela estaria chorando perda só de um filho???
Isso não pode ficar impune" finalizou.

Nota de esclarecimento do hospital IMIP Dom Malan em Petrolina.

Somente hoje (09) pela manhã, às 6h40, a paciente entrou realmente em trabalho de parto, quando foi reavaliada mais uma vez pela equipe médica e indicada a cesariana por precaução, que aconteceu 20 minutos depois, às 7h da manhã.
Infelizmente um dos bebês nasceu grave e veio à óbito pela possível causa de hipóxia intrauterina, provavelmente provocada pela própria complicação da gestação gemelar, que por si só já apresenta riscos em dobro.

A equipe médica do hospital ressalta que o caso trata-se de uma fatalidade, já que nenhuma situação de agravo foi identificada na evolução da paciente. Em momento algum mãe e bebês apresentaram sinais de alteração que pudessem indicar uma situação de risco ou apontar um desfecho desfavorável.

Em tempo, o Hospital Dom Malan solidariza-se com a família, se coloca à disposição para maiores esclarecimentos e ressalta que toda a assistência necessária continua sendo prestada. Mãe e bebê vivo passam bem.